8 Cuidados na hora de beber

Você toma cuidado quando vai beber?


A sexta-feira chegou e mesmo com o distanciamento social - muito necessário nesse período -, muitos não veem a hora de gritar “sextou”, após o expediente. Mesmo que em casa, não abrem mão da cerveja gelada e alguns petiscos para acompanhar.

A despreocupação – de alguns -, pela aproximação do final de semana permite o excesso no consumo das bebidas. Para evitar aquela ressaca no dia seguinte, elencamos oito cuidados que se deve ter na hora de beber.

A quantidade considerada “ideal” para cada pessoa é relativa e depende de vários fatores como peso, sexo e total de álcool ingerido. Além disso, beber rápido demais e em determinadas condições pode levar a um resultado negativo.

Uma dose (10g de álcool) é equivalente a uma lata de 330 ml de cerveja, que corresponde a uma taça de vinho (100 ml), que é igual a um shot (30 ml) de uma bebida destilada.

1 - PLANEJE

Especialistas recomendam que o consumo seja planejado e contado, estabelecendo assim um limite para si mesmo. Para as mulheres, são sugeridas três doses por ocasião, já para os homens, quatro.

2 – HIDRÁTE-SE

O álcool faz nosso organismo reduzir a produção do AdH, um hormônio antidiurético, que acaba nos levando ao banheiro com maior frequência. Por isso, é muito importante se hidratar antes, durante e após a ingestão de álcool. Alterne os drinks e cerveja com outros líquidos como água ou sucos.

3 - ALIMENTE-SE

Nunca ingira bebidas alcoólicas com o estômago vazio. A dica é fazer uma refeição antes e procurar beliscar algo ao longo da festa.

4 - SINAIS DE ALERTA

Evite passar do ponto. Fique atento a sinais de alerta como sonolência, falar mais do que o de costume ou ficar “corado(a)”. Reduza os riscos de vexame e aquela lembrança indesejada do consumo exacerbado no dia seguinte.

5 – CAFEÍNA

Diferente do que muitos acreditam a cafeína não reduz os efeitos do álcool. O cafre pode até cortar sua sonolência, mas não te deixará sóbrio e ainda pode irritar ainda mais seu estômago.

6 - MOTORISTA DA RODADA

Álcool e direção não combinam. Portanto, antes de começar a beber certifique-se que há um motorista da rodada ou opte pelos aplicativos de transporte. Evite caronas com quem também bebeu, mesmo que em quantidade menor que você. Lembre-se que quem bebe qualquer dose tem seus reflexos prejudicados e não pode dirigir em hipótese alguma.

7 - PROIBIDO

A ingestão de bebidas alcoólicas é proibida para menores de 18 anos, gestantes (mesmo que em fase inicial de gravidez) e quem faz uso de medicamentos (que podem ter os efeitos prejudicados com o uso de álcool).

8 – REMÉDIO PARA RESSACA

O melhor remédio para ressaca é não beber muito, mas se você passou do limite e acordou com aquele mal-estar, não tem fórmula mágica: beba bastante água, opte por refeições leves e descanse.

Agora basta se atentar a essas dicas e aproveitar o descanso tão merecido que se aproxima! Bom final de semana!!

Fonte: https://doutorjairo.uol.com.br



8 Cuidados na hora de beber

Você toma cuidado quando vai beber?


A sexta-feira chegou e mesmo com o distanciamento social - muito necessário nesse período -, muitos não veem a hora de gritar “sextou”, após o expediente. Mesmo que em casa, não abrem mão da cerveja gelada e alguns petiscos para acompanhar.

A despreocupação – de alguns -, pela aproximação do final de semana permite o excesso no consumo das bebidas. Para evitar aquela ressaca no dia seguinte, elencamos oito cuidados que se deve ter na hora de beber.

A quantidade considerada “ideal” para cada pessoa é relativa e depende de vários fatores como peso, sexo e total de álcool ingerido. Além disso, beber rápido demais e em determinadas condições pode levar a um resultado negativo.

Uma dose (10g de álcool) é equivalente a uma lata de 330 ml de cerveja, que corresponde a uma taça de vinho (100 ml), que é igual a um shot (30 ml) de uma bebida destilada.

1 - PLANEJE

Especialistas recomendam que o consumo seja planejado e contado, estabelecendo assim um limite para si mesmo. Para as mulheres, são sugeridas três doses por ocasião, já para os homens, quatro.

2 – HIDRÁTE-SE

O álcool faz nosso organismo reduzir a produção do AdH, um hormônio antidiurético, que acaba nos levando ao banheiro com maior frequência. Por isso, é muito importante se hidratar antes, durante e após a ingestão de álcool. Alterne os drinks e cerveja com outros líquidos como água ou sucos.

3 - ALIMENTE-SE

Nunca ingira bebidas alcoólicas com o estômago vazio. A dica é fazer uma refeição antes e procurar beliscar algo ao longo da festa.

4 - SINAIS DE ALERTA

Evite passar do ponto. Fique atento a sinais de alerta como sonolência, falar mais do que o de costume ou ficar “corado(a)”. Reduza os riscos de vexame e aquela lembrança indesejada do consumo exacerbado no dia seguinte.

5 – CAFEÍNA

Diferente do que muitos acreditam a cafeína não reduz os efeitos do álcool. O cafre pode até cortar sua sonolência, mas não te deixará sóbrio e ainda pode irritar ainda mais seu estômago.

6 - MOTORISTA DA RODADA

Álcool e direção não combinam. Portanto, antes de começar a beber certifique-se que há um motorista da rodada ou opte pelos aplicativos de transporte. Evite caronas com quem também bebeu, mesmo que em quantidade menor que você. Lembre-se que quem bebe qualquer dose tem seus reflexos prejudicados e não pode dirigir em hipótese alguma.

7 - PROIBIDO

A ingestão de bebidas alcoólicas é proibida para menores de 18 anos, gestantes (mesmo que em fase inicial de gravidez) e quem faz uso de medicamentos (que podem ter os efeitos prejudicados com o uso de álcool).

8 – REMÉDIO PARA RESSACA

O melhor remédio para ressaca é não beber muito, mas se você passou do limite e acordou com aquele mal-estar, não tem fórmula mágica: beba bastante água, opte por refeições leves e descanse.

Agora basta se atentar a essas dicas e aproveitar o descanso tão merecido que se aproxima! Bom final de semana!!

Fonte: https://doutorjairo.uol.com.br