Benefícios do exercício físico para seu cérebro

02/02/2021



Cada vez mais temos consciência da importância de cuidarmos da nossa saúde mental e física. Mas você sabia que uma está diretamente ligada à outra?

Um estudo realizado por cientistas na Universidade da Califórnia, nos EUA, em parceria com a Universidade de Tsukuba, no Japão mostraram impactos positivos no cérebro com a prática de exercícios físicos leves. A prática traz benefícios para a rotina, cultivando a memória e ajudando a prevenir os sinais de envelhecimento naturais do ser humano – e até na prevenção do aparecimento dos primeiros sintomas do Alzheimer.

Com apenas 10 minutos diários, eles são capazes de alterar algumas estruturas do cérebro responsáveis pela memória e aprimorar funções neuronais ligadas à aprendizagem. Essas mudanças começam a aparecer mais rápido do que imaginamos.

Aqueles que tem uma rotina diária de exercícios possuem um hipocampo – área cerebral responsável pela memória – maior e mais saudável. O interessante é que os exercícios nem precisam ser intensos ou prolongados; a pesquisa sugere que atividades que nem chegam a induzir os batimentos cardíacos acelerados já trazem benefícios.

O estudo foi feito com jovens universitários, que foram submetidos à prática da bicicleta ergométrica, no modo lento e por apenas 10 minutos. Após cada sessão, os jovens completavam testes de memória considerados difíceis, dentro de uma cabine de ressonância magnética. Os testes de memória foram feitos antes e depois da prática de exercícios físicos leves.

Os resultados mostraram que os jovens tinham mais habilidade e rapidez no teste de memória depois de se exercitarem na bicicleta. O hipocampo também se comportou de maneira sincronizada com partes do cérebro ligadas à aprendizagem.



Benefícios do exercício físico para seu cérebro

02/02/2021



Cada vez mais temos consciência da importância de cuidarmos da nossa saúde mental e física. Mas você sabia que uma está diretamente ligada à outra?

Um estudo realizado por cientistas na Universidade da Califórnia, nos EUA, em parceria com a Universidade de Tsukuba, no Japão mostraram impactos positivos no cérebro com a prática de exercícios físicos leves. A prática traz benefícios para a rotina, cultivando a memória e ajudando a prevenir os sinais de envelhecimento naturais do ser humano – e até na prevenção do aparecimento dos primeiros sintomas do Alzheimer.

Com apenas 10 minutos diários, eles são capazes de alterar algumas estruturas do cérebro responsáveis pela memória e aprimorar funções neuronais ligadas à aprendizagem. Essas mudanças começam a aparecer mais rápido do que imaginamos.

Aqueles que tem uma rotina diária de exercícios possuem um hipocampo – área cerebral responsável pela memória – maior e mais saudável. O interessante é que os exercícios nem precisam ser intensos ou prolongados; a pesquisa sugere que atividades que nem chegam a induzir os batimentos cardíacos acelerados já trazem benefícios.

O estudo foi feito com jovens universitários, que foram submetidos à prática da bicicleta ergométrica, no modo lento e por apenas 10 minutos. Após cada sessão, os jovens completavam testes de memória considerados difíceis, dentro de uma cabine de ressonância magnética. Os testes de memória foram feitos antes e depois da prática de exercícios físicos leves.

Os resultados mostraram que os jovens tinham mais habilidade e rapidez no teste de memória depois de se exercitarem na bicicleta. O hipocampo também se comportou de maneira sincronizada com partes do cérebro ligadas à aprendizagem.


QUALIDADE DE VIDA E CÉREBRO TREINADO


Quando falamos em qualidade de vida, a primeira coisa que nos vem à mente são atividades físicas, alimentação saudável, etc. Mas cuidar da saúde do cérebro tem se tornado uma rotina na vida de milhares de pessoas em todo o Brasil.

O cérebro é um dos órgãos mais importantes e essenciais para nossa sobrevivência. Sem ele, não teríamos a capacidade de raciocinar, pensar, ter sentimentos e desenvolver todas as ações necessárias ao longo do nosso dia (inclusive praticar atividades físicas). Além disso, o funcionamento do corpo também depende dele, e é por isso que ele precisa de toda atenção e cuidado. Cuidar do cérebro traz diversos benefícios, na vida pessoal, profissional e na manutenção da saúde da mente. O nosso cérebro pode – e precisa – ser exercitado.

Com exercícios que envolvem novidade, variedade e desafios crescentes, é possível melhorar habilidades como memória, concentração, raciocínio e criatividade.


QUALIDADE DE VIDA E CÉREBRO TREINADO


Quando falamos em qualidade de vida, a primeira coisa que nos vem à mente são atividades físicas, alimentação saudável, etc. Mas cuidar da saúde do cérebro tem se tornado uma rotina na vida de milhares de pessoas em todo o Brasil.

O cérebro é um dos órgãos mais importantes e essenciais para nossa sobrevivência. Sem ele, não teríamos a capacidade de raciocinar, pensar, ter sentimentos e desenvolver todas as ações necessárias ao longo do nosso dia (inclusive praticar atividades físicas). Além disso, o funcionamento do corpo também depende dele, e é por isso que ele precisa de toda atenção e cuidado. Cuidar do cérebro traz diversos benefícios, na vida pessoal, profissional e na manutenção da saúde da mente. O nosso cérebro pode – e precisa – ser exercitado.

Com exercícios que envolvem novidade, variedade e desafios crescentes, é possível melhorar habilidades como memória, concentração, raciocínio e criatividade.


TREINE O SEU CÉREBRO


Um bom treino cognitivo diário ajuda a aumentar a reserva cognitiva. Na prática, significa que é possível chegar, aos 80 anos e ter um bom “estoque de informações”, que permite que o cérebro faça associações sempre que necessário. Se o cérebro tem uma boa reserva cognitiva, isto permitirá que se ache rapidamente um sinônimo para uma palavra, da qual não se consegue lembrar exatamente, por exemplo.

A manutenção do nosso corpo de maneira saudável e adequada só ocorre quando nossa saúde mental está em dia. Que tal todos nós garantirmos o bom funcionamento do principal órgão do nosso corpo? A prática de atividades cognitivas, como a ginástica cerebral, uma alimentação balanceada, ingestão de água, a prática de exercícios físicos e uma boa sociabilidade são os ingredientes principais para garantir uma qualidade de vida ao nosso cérebro.

Fonte: https://metodosupera.com.br/


TREINE O SEU CÉREBRO


Um bom treino cognitivo diário ajuda a aumentar a reserva cognitiva. Na prática, significa que é possível chegar, aos 80 anos e ter um bom “estoque de informações”, que permite que o cérebro faça associações sempre que necessário. Se o cérebro tem uma boa reserva cognitiva, isto permitirá que se ache rapidamente um sinônimo para uma palavra, da qual não se consegue lembrar exatamente, por exemplo.

A manutenção do nosso corpo de maneira saudável e adequada só ocorre quando nossa saúde mental está em dia. Que tal todos nós garantirmos o bom funcionamento do principal órgão do nosso corpo? A prática de atividades cognitivas, como a ginástica cerebral, uma alimentação balanceada, ingestão de água, a prática de exercícios físicos e uma boa sociabilidade são os ingredientes principais para garantir uma qualidade de vida ao nosso cérebro.

Fonte: https://metodosupera.com.br/